sábado, 26 de janeiro de 2008

O rock dos anos 80


Talvez não haja período na história do rock que tenha sido tão execrado pela política musical quanto os anos 80. Apedrejamento tão grande só é possível encontrar nos arquivos de revistas e jornais, no tópico referente à corrente denominada "rock progressivo".
Os anos 80 foram responsáveis pelo surgimento de grupos como: Smiths, R.E.M e U2. Armados de guitarra, baixo e bateria, esses grupos resgataram um pouco do puro rock. Também surgindo com grande destaque a banda Guns N' Roses que nasceu em 1993, na Califórnia. Considerada uma das melhores e mais melódicas banda de hard rock (eu concordo!), com a formação de Axl Rose nos vocais, lzzy Stradlin e Tracii Guns na guitarra, Duff McKagan no baixo e Robert Gardner na bateria. Porém, a formação foi alterada antes do primeiro álbum, saindo Tracii Guns (guitara) e Robert Gardner (bateria), sendo substituído por Slash e Steven Adler. A banda seguiu em turnê mas sem nenhum reciprocidade do público. Um compacto em 1986, "Live Like a Suicide", e começaram a abrir os shows de Alice Cooper, que com sua ajuda gravaram o primeiro álbum, e do Aerosmith. Chamando a atenção da mídia, eles gravam seu primeiro álbum em 1987, o polêmico, "Appetite For Destruction". Já em 1988, lançaram o álbum "G N' R Lies" que trazia vários hits que até hoje fazem sucesso no público mundial. No mesmo ano reeditaram o "Live Like a Suicide" e lançaram. Com dois álbum no mesmo ano, Guns n' Roses, se tornam a primeira banda a ter dois álbuns em primeiro lugar.
A banda muda de formação, mas continuam com os mesmos padrões de sucesso e popularidade, deixando vários hits através de seu álbuns. Com uma discografia de sete álbuns, o mas recente lançamento da banda, foi em 1993, "Spaguetti Incident?".

Guns N' Roses - Patience
http://www.youtube.com/watch?v=pEzuC5UoM8g
O rock não seria tão exaltado hoje perante a sociedade se não tivesse passado por tais coisas nos anos 80. As pessoas descobriram no rock uma forma de expressão, um desabafo. Talvez tenha sido isto que chamou a atenção do público, mas pelo menos, deu certo!
Nós, que possuímos os ouvidos voltados às coisas boas da vida, somos um lado oposto da sociedade que só ouve funk e dance.
Totalmente sem cultura musical, o que eles falariam de seus Dj's e Mc's ?
"Abaixo a falta de cultura musical brasileira !"